Usinagem com robôs: como funciona e quais as vantagens

Usinagem com robôs: como funciona e quais as vantagens

Os processos relacionados a automação industrial estão em constante evolução, desde as inovações em máquinas, equipamentos e procedimentos que tem como objetivo reduzir custos e agregar cada vez mais qualidade, velocidade e quantidade ao produto final.

O uso de robôs de usinagem dentro da indústria é uma dessas modernas propostas de desenvolvimento. A grande meta é elevar as condições do processo produtivo, além de se tratar de uma máquina com a habilidade de ler e executar programações extremamente complexas, com a garantia de produtos padronizados.

LEIA MAIS:
A história da usinagem: da antiguidade até os dias atuais
Entendendo os gastos em uma indústria
Agroindústria no Brasil

As consequências financeiras do uso de robôs na usinagem

A utilização da robótica dentro do segmento de usinagem já é uma realidade, assim como em diversos outros segmentos, como o automobilístico, eletrônico e aeroespacial.

Assim como outros robôs existentes dentro do meio industrial, o robô utilizado para a usinagem oferece a redução com custos variáveis e o aumento da produtividade. Isso impacta direta e positivamente nos resultados da empresa.

Para a execução de suas tarefas, é preciso que um operador programe o robô. Mesmo assim, como executor da programação, o robô atua eliminando os problemas que poderiam ser causados pela manipulação humana, com uma perceptível redução de material desperdiçado.

Além de todos esses pontos, essa ferramenta confere a empresa uma previsão concreta da sua produção, ajudando a cumprir rigorosamente prazos de entregas, o que consequentemente tende a aumentar a confiança do cliente no fornecedor.

As vantagens dos robôs na usinagem

Os robôs usados dentro dos processos industriais seguem o mesmo princípio de controle das máquinas-ferramenta CNC, porém com uma estrutura mecânica diferente.

Nas máquinas CNC, todos os movimentos são programados e amarrados a uma base fixa. Já com o robô industrial, essa base pode ser alterada ou fixada em pontos variados, para facilitar sua aplicação na célula de manufatura.

Até o momento, a usinagem era realizada quase que exclusivamente com máquinas CNC. Contudo, os robôs oferecem diversas vantagens sobre os métodos de usinagem tradicional.

  • Flexibilidade: O robô 6 eixos, por exemplo, oferece mais flexibilidade ao movimento do que uma máquina CNC normal. Desta forma, um robô pode fresar uma peça complexa em vários ângulos e, ao invés de reposicionar e reapertar o protótipo ou peça regularmente, o robô pode permanecer sempre na mesma posição e atingir qualquer lado.
  • Ganhos: A usinagem com braços robóticos tende a aumentar a produtividade de uma forma geral. Um robô é mais flexível e comete menos erros, além de gastar menos tempo no processo. Em alguns casos, peças grandes devem ser reparticionadas e nesses casos sua precisão diminui devido a montagem do molde ou da peça em si. Com a adição do braço robótico ao procedimento, a empresa ganha a vantagem de usinar toda a peça com a maior precisão possível e com um tempo de execução menor.
  • Materiais: Diversos materiais utilizados para a criação de protótipos e moldes na usinagem são leves, como por exemplo a argila e o isopor. Os robôs tem a vantagem de serem programados para trabalhar com todos os tipos de materiais leves.
  • Acessibilidade: A usinagem com robôs é extremamente econômica. Ao contrário das máquinas CNC, esses robôs possuem o benefício de poderem ser realocados para que outras tarefas da empresa sejam executadas, como por exemplo polimento, aparamento e pintura. Essa utilidade melhora o rendimento, economiza tempo e aumenta a produção. Ademais, um braço robótico pode ter mais mesas de fixação de peças, sejam elas rotativas ou fixas, sem que haja a necessidade de intervenção humana quanto a troca de peças em uma sequência de usinagem ou outras aplicações.

Os cuidados com a utilização dos robôs

Para que as demandas dos clientes sejam corretamente atendidas, existe uma família de robôs que executam diversos processos, como a movimentação de peças, paletização, soldagem e resinagem.

Esses robôs podem ser fixados em inúmeros locais, como o chão, parede ou teto, de forma que se integrem ao ambiente mantendo a produtividade alta.

Quando utilizado em concordância com as instruções vindas do fornecedor, os robôs possuem uma longa vida útil, e exigem somente alguns pequenos cuidados, como lubrificação periódica e inspeções de segurança.

Marcações:

2 comentários em “Usinagem com robôs: como funciona e quais as vantagens”

  1. Pingback: Evolução da Manufatura Aditiva (Impressão 3D) - Vemax

  2. Pingback: Instrumentos de medição: história e evolução - Vemax

Deixe uma resposta