ERP na indústria

Dizer que a tecnologia ajuda grandes empresas do país já é batido, mas tudo que é bom pode melhorar: conheça o ERP industrial

Cada vez mais a tecnologia está presente nos processos das grandes empresas, ajudando a potencializar vendas e aumentar a produtividade. E assim é também com um ERP industrial.

LEIA MAIS:
O meio ambiente e a indústria
Manutenção industrial: porque é tão importante?
Terceirização na indústria

Desde a 1ª Revolução Industrial, as fábricas já são símbolos do avanço tecnológico e, devido a isso, é preciso estar preparado para integrar processos e acompanhar tudo o que acontece em um negócio.

Os sistemas voltados para indústrias são fundamentais para automatizar processos administrativos, financeiros, de gestão de pessoas e operações de chão de fábrica.

O que é um ERP industrial?

Resumidamente, quando falamos de um ERP industrial, estamos falando de uma ferramenta que integra setores e processos. Com o seu uso, é possível controlar a movimentação dos insumos produtivos, emitir notas fiscais e manter o fluxo de caixa em dia.

O sistema atende todo o tipo de gestão, independente do porte. Com um software para indústria, é possível gerir toda a companhia com uma visão global, mas sem esquecer de detalhes fundamentais de cada processo.

Vantagens de um ERP industrial

Quando a empresa possui um ERP bem instalado e com usuários capacitados, ele oferece vantagens que permitem que a indústria em questão se destaque no mercado. Isso se dá, pois se torna possível automatizar processos para redesenhar a linha de condução da empresa.

  • Integração produtiva

Ai vai uma pergunta: Pode uma decisão para o almoxarifado impactar a linha de produção?

É claro que sim, e não é preciso um sistema para provar isso.

Porém, quanto tempo isso leva para acontecer e quais são as suas consequências?

É nesse momento em que o ERP industrial age, pois tudo nele é integrado. Ou seja, a comunicação ocorre em tempo real.

Se as informações de estoque estiverem bem registradas dentro do software, o sistema já aponta que o material será usado em determinado ponto da linha de produção.

E, com o objetivo de evitar problemas, ele aponta quantidades, quando a matéria-prima deve sair do almoxarifado e qual o seu impacto no valor final do produto.

Em resumo, nenhuma ação acontece sem que a empresa acompanhe de perto.

  • Prevê problemas e antecipa soluções

Aqui, a empresa consegue prever certos problemas que, caso não sejam gerenciados e acompanhados automaticamente, podem gerar paralisações e até mesmo acidentes na linha de produção.

Também é possível prever e agendar paradas de manutenção, que se não forem feitas regularmente, podem afetar drasticamente a companhia com pausas inesperadas ou até mesmo perdas de maquinário.

  • Gestão de equipe

Um ERP que proporciona relatórios fáceis de serem analisados, se torna mais fácil observar indicadores de produtividade de setores e de pessoas.

Sendo assim, é possível saber onde os colaboradores performam melhor ou não. Além disso, a empresa possui mais certezas afim de criar projetos de capacitação, ficando a cargo do gestor, fazer uma administração mais próxima, mesmo com uma equipe grande.

  • Redução de custos

Em uma indústria, qualquer aspecto que auxilia na redução de despesas é bem-vindo. Com um sistema de gestão, é possível controlar melhor o que, de fato, a empresa necessita para produzir.

A redução de custos também surge como uma grande vantagem quando se consegue controlar melhor o estoque, seja ele do material que for.

Ademais, é possível mapear o local onde o material é pior utilizado dentro da produção, realizando diagnósticos de engenharia de processos com eficiência.

  • Melhoria de comunicação

Em grandes corporações, a agilidade de comunicação pode ser fundamental para a tomada de decisões.

Um ERP industrial integra harmonicamente todos os integrantes da sua equipe. Dessa forma, o disparo de ordens de serviço é automático, e todos conseguem acompanhar as responsabilidades facilmente.

Isso permite que os seus funcionários foquem naquilo que realmente importa: aumentar a produção sem colocar em risco a qualidade e a segurança.

  • Aumento de produtividade

Um software para indústria que evita falhas de produção, automatiza processos e ajuda a gerir melhor a equipe fará com que toda a empresa ganhe em produtividade.

Com apontamentos de chão de fábrica, é possível saber qual a máquina requer um tempo maior para realizar uma operação. Assim, é possível remanejar certas tarefas sem atrapalhar a produtividade da empresa previamente.

As funcionalidades de um bom ERP industrial

A empresa não terá o mix de vantagens de um software industrial caso o parceiro escolhido não ofereça um pacote de recursos adequados à realidade do negócio.

É difícil indicar os recursos perfeitos para uma determinada empresa. Até porque cada indústria tem as suas particularidades.

Entretanto, algumas são básicas, e é preciso analisá-las antes da tomada de decisão.

  • Gêmeo digital

Este recurso permite a criação de um produto digital idêntico ao físico.

Com isso, a gestão pode simular a produção de acordo com o capital humano e maquinário disponível na empresa, evitando muitos erros de processos e inadequações na hora de montar um produto.

O software escolhido deve não só oferecer esse recurso como também armazenar informações de detalhes técnicos e de processos para realizar sua produção.

  • Just In time

O Just In Time tem o objetivo de produzir a quantidade necessária de um produto para atender às demandas do mercado, sem que haja estoque e com agilidade. A metodologia ainda tem como objetivo entregar a mercadoria dentro do prazo, focando na satisfação do cliente final.

Para que isso aconteça, o ERP industrial deve fornecer as informações para manter o ritmo produtivo no tempo certo, sem que haja espaço para falhas. Ou seja, o sistema tem que oferecer uma plataforma intuitiva e simples.

  • Atualizações

Algumas atividades de um ERP industrial podem ficar defasadas com o tempo. E, para que a indústria não siga usando processos obsoletos, a marca parceira precisa seguir um calendário de atualizações ao longo do contrato.

É necessário também ficar atento para expandir o pacote de funcionalidades da ferramenta. Então, o sistema deve acompanhar o crescimento da sua indústria.

  • Suporte especializado

Todo ERP precisa de um corpo de especialistas para atender demandas simples ou técnicas.

Contudo, para a indústria, o atendimento especializado tem uma importância maior: é preciso conhecer além do sistema. Ter um bom conhecimento sobre os processos da empresa é fundamental para oferecer boas soluções do software.

Essa inteligência impacta diretamente na manufatura.

  • Controle de estoque

Não é preciso dizer o quanto ter um almoxarifado equilibrado é importante para uma empresa. Com uma ERP industrial, esse controle é feito com precisão milimétrica de entradas e saídas de mercadorias.

O sistema deve entender esse fator como fundamental e integrá-lo a todos os setores, sobretudo as equipes de compras, de controle de posição e de vendas.

  • Emissão automática de notas fiscais

Emitir documentos fiscais automaticamente é outro ponto fundamental. O sistema deve comunicar-se facilmente com as prefeituras e as Secretarias da Fazenda de todo o país.

A partir disso, a empresa não precisará se preocupar com as burocracias para emitir tipos de notas fiscais que o negócio utiliza.

A VEMAX e a ERP Ômega

O ERP Omega é um sistema de gestão empresarial que possibilita controlar os principais processos de um negócio.

O sistema é um produto desenvolvido pela ABC71. Fundada em 1971, ela é uma empresa nacional de tecnologia pioneira no desenvolvimento de sistemas de gestão integrados no Brasil com mais de 45 anos de atuação.

A VEMAX conta com o profissionalismo e a dinamicidade do sistema ERP Omega.

Marcações:

Deixe uma resposta