Dia da Indústria: celebrando o setor que mais cresce no Brasil

Dia da Indústria: celebrando o setor que mais cresce no Brasil

Quando a industrialização brasileira começou, com o governo de Getúlio Vargas, mal sabíamos que anos depois o setor se tornaria referência em solo brasileiro.

LEIA MAIS:
Formas de usar machine learning para reinventar processos industriais
Caldeiraria: o que é e qual sua função
Otimização do uso do fluido de corte

Com a vinda das empresas estrangeiras, sob a gestão de Juscelino Kubitschek, a economia do Brasil deu um salto gigantesco e se consolidava cada vez mais.

Atualmente, é impossível imaginar como seria uma vida sem a indústria.

Um breve relato sobre a indústria brasileira

A escolha pelo dia 25 de maio, se deu em homenagem a Roberto Simonsen, o patrono da área no Brasil. Roberto atuou como engenheiro, professor, político, historiador e administrador, além de ter sido membro da Academia Brasileira de Letras, presidente da Confederação Nacional da Indústria e presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.

Se compararmos a trajetória do setor no Brasil, veremos que ela é bem recente, uma vez que grande parte dos avanços brasileiros referem-se a instalação, manutenção, consolidação e integração do parque industrial, que aconteceu fortemente somente na década de 90.

Nessa época, com a área automotiva, o Brasil chegou a ser a oitava potência mundial em relação a produção automobilística. Além desse setor, destaca-se também a área espacial, com a Agência Espacial Brasileira e o Instituto de Pesquisa Espacial.

Outro setor que se desenvolveu bastante – e continua evoluindo – é o do campo da informática, gerando grande receita nacional e diminuindo a necessidade de importação.

O setor referente ao petróleo é destaque também. A área triplicou de tamanho na metade dos anos 90, impulsionada pela crise petrolífera da década de 70.

O benefício se deu em grande escala ao setor petroquímico, onde seu desempenho resultou em grandes avanços nas empresas de plástico, que contribuiu com a nacionalização da produção de resina.

Concluindo, é notável que a indústria promove inovação e tecnologia, sendo fundamental para a evolução e desenvolvimento do país, atuando com extrema relevância na área econômica e gerando riquezas valiosas para o Brasil.

Deixe uma resposta