Como será o chão de fábrica da Indústria 4.0

Como será o chão de fábrica da Indústria 4.0

Ao imaginarmos um chão de fábrica ou uma indústria, logo somos tomados pela imagem de galpões ou prédios grandes, com extensas linhas de produções, funcionários em todo canto, caldeiras, chaminés e por ai vai.

LEIA MAIS:
Acreditação NADCAP VEMAX
Como a Inteligência Artificial impactará o futuro das empresas
5 maneiras de economizar recursos na indústria

Contudo, a grande verdade é que todo esse setor vem sofrendo uma evolução constante, se modernizando e caminhando a passos largos para aderir as tendências futuras da indústria 4.0.

Essa transformação acontece desde a revolução industrial, quando a área passou a experimentar uma evolução frequente com relação a automação de seus processos, utilizando cada vez mais tecnologias e reduzindo regularmente o seu espaço físico.

Tomando como base esse cenário, o conceito de chão de fábrica 4.0 é o grande responsável pela transformação do ambiente industrial.

blank

Quais as tendências do chão de fábrica 4.0

É fato que a indústria 4.0 está elevando as fábricas para um patamar maior, com novas tendências sendo muito aguardadas.

O conceito baseia-se na tecnologia, permitindo mais eficiência, menos custos e acesso a informações de forma rápida e ampla.

A grande notícia é que o chão de fábrica de todos os tipos de indústria estão cada vez mais avançando. E suas tendências futuras são muito esperadas.

Instalações menores e mais tecnologia

Galpões e ambientes gigantes e pouco abastecidos de tecnologia vão ficar no passado.

O futuro são as instalações modernas e mais menores, que ficarão assim devido a modernização dos processos e automações, além do uso de tecnologias mais eficientes e que demandam menos espaço.

A comparação pode ser feita com o caso dos computadores.

Antigamente, em meados dos anos 90 e 2000, as máquinas eram maiores, com grandes CPU’s e muito menos eficientes do que os notebooks da atualidade.

O tempo trouxe equipamentos mais compactos, muito mais potentes e eficientes.

Com as máquinas industriais não será diferente. Mesmo possuindo um tamanho menor, sua eficiência será sempre maior.

Sendo assim, a tendência é que o chão de fábrica da indústria 4.0 seja totalmente automatizado digitalmente, fazendo uso de robôs, da transformação digital e da inteligência artificial.

Todos esses pontos permitirão que o tamanho dos equipamentos e a quantidade de operadores sejam reduzidos, impactando diretamente no tamanho das novas instalações.

blank

Projetos flexíveis

Além desse espaço menor e mais produtivo, outras tendências para o futuro do chão de fábrica são as modernas plantas industriais que dedicarão menos espaço às linhas de produção e mais atenção a flexibilidade dos projetos.

Isso trará menores custos e a possibilidade de expansões ou adaptações das plantas para outros objetivos.

As indústrias tendem a adotar layouts mais flexíveis, almejando rápidas adaptações quando for preciso expandir a produção.

Sendo assim, cabe à indústria trabalhar com materiais com os quais seja possível fazer essa mudança, o mais rápido e com o mais baixo custo possível, seja de layout, maquinário ou tecnologia.

Humanização do ambiente

Outra forte tendência com relação aos modernos projetos da indústria 4.0 dizem respeito intimamente a humanização dos ambientes.

A primeira Revolução Industrial, que aconteceu no final do século 19, fez com que as pessoas trabalhassem, muitas vezes, em ambientes insalubres, dotados de pouca ventilação e iluminação, sem contar na poluição sonora ensurdecedora.

Para o chão de fábrica do futuro, a tendência é que isso será completamente extinto. Pelo contrário, os espaços serão totalmente adaptados a fim de garantir o conforto e a segurança dos operadores.

Seja por questões legais ou o incentivo a uma melhor e maior produtividade, o chão de fábrica 4.0 será mais humanizado e dedicado aos seus colaboradores.

blank

Benefícios do chão de fábrica 4.0

As tendências para a indústria do futuro fazem com que os profissionais que atuarão em seu chão de fábrica sejam os grandes beneficiados, possuindo a disposição diversas ferramentas tecnológicas e equipamentos de alta performance.

Esse tipo de unidade de produção propicia que a produtividade industrial se multiplique muitas vezes, com o uso cada vez menor de recursos humanos e maior qualidade dos processos e procedimentos, exigindo, para isso, um time de trabalho cada vez mais profissionalizado.

Os benefícios do chão de fábrica 4.0 são muitos:

  • Aumento da produtividade, permitindo a produção em maior quantidade e velocidade;
  • Melhora a qualidade, principalmente pela menor interferência da atividade humana;
  • Significativa redução de custos, principalmente pela possibilidade de produzir mais com menos matéria-prima;
  • Maior previsibilidade;
  • Permite a escalabilidade, ou seja, a infraestrutura tecnológica ganha margem para ser aprimorada a cada dia.

Para qualquer indústria, o ideal é começar desde já a fazer uma análise de desempenho em busca de tecnologias que ajudem a aumentar o nível de automação de seus processos.

Em pouco tempo, o chão de fábrica caminhará à passos largos rumo à Indústria 4.0.

Facebook | Instagram

Avalie este post

Leave a Reply